20/11/2018

Deputado petista ameaça invadir PF para ver Lula

O deputado petista Paulo Pimenta acaba de divulgar nota em que ameaça invadir a Polícia Federal para ver[…]

O deputado petista Paulo Pimenta acaba de divulgar nota em que ameaça invadir a Polícia Federal para ver Lula.

Segundo ele, a juíza Carolina Lebbos não tem poder para barrar a inspeção da Comissão Externa da Câmara criada para tal fim.

“A juíza não poderia invadir prerrogativa da Câmara dos Deputados, definida pela Constituição Federal, e tampouco lhe caberia negar um pedido que não foi feito pela Comissão.”

Ele garante que a “inspeção está mantida para amanhã”.

“Na qualidade de coordenador da Comissão Externa, comuniquei aos outros doze membros e ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que a inspeção está mantida para amanhã, terça-feira (24) , às 11h, com o objetivo de verificar in loco as condições em que se encontra detido o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em nenhum momento a Comissão solicitou à juíza Carolina Lebbos autorização para a inspeção, pois se trata de prerrogativa constitucional da Câmara dos Deputados formar comissões externas para que averiguem condições carcerárias em todo o território nacional, inclusive na sede da Polícia Federal em Curitiba. A Comissão comunicou à juíza a data da realização da inspeção e lhe solicitou providências junto à Polícia Federal para viabilizar o acesso da delegação parlamentar.

A juíza não poderia invadir prerrogativa da Câmara dos Deputados, definida pela Constituição Federal, e tampouco lhe caberia negar um pedido que não foi feito pela Comissão. A atitude da juíza é um grave ataque ao Poder Legislativo e um atentado à independência dos três Poderes e ao Estado democrático de direito.”

Calma, Manuela

  Calma, Manuela Manuela D’Ávila, que tinha acabado de pedir “cabeça fria” à militância em Curitiba, ficou nervosa[…]

 

Surpresa no self: Manuela com apoiador de Bolsonaro: “quero investigação”.

Calma, Manuela

Manuela D’Ávila, que tinha acabado de pedir “cabeça fria” à militância em Curitiba, ficou nervosa com um homem que se aproximou para fazer uma selfie com os dois.

O homem pôs o braço sobre o ombro da deputada e gritou: “Aqui é Bolsonaro. Chupa!”

Foi retirado por PMs da área, em tese restrita a parlamentares, jornalistas e moradores.

Logo depois, acompanhada de Lindbergh Farias e Paulo Pimenta, Manuela foi até o prédio da PF em Curitiba, alegando que houve uma agressão e pedindo investigação. “Eu quero saber quem ele é!”

Calma, Manuela.

Fonte: O Antagonista

Deputado federal rolando de rir

Pode rir, porque é para rir muito. O ex-prefeito Paulo Martins só pode estar mesmo é rolando de[…]

Paulo Martins: morrendo de rir

Pode rir, porque é para rir muito. O ex-prefeito Paulo Martins só pode estar mesmo é rolando de rir com tanta lorota na política campomaiorense. Mas na política o bom humor também faz parte da coisa toda, se não, não tem graça nenhuma. A piada da vez foi a notícia de pré-candidatura do presidente da câmara dos vereadores de Campo Maior, que foi anunciado por aí como possível candidato a deputado federal pelo PT.

Resta saber que PT. O PT velho ou o PT novo? Deve ser o velho PT, porque o PT novo é novo, as ideias são novas. Paulo Martins é a maior liderança política de Campo Maior e de toda a região dos carnaubais. Teve fôlego para levar o irmão Aluísio Martins à uma cadeira na ALEPI. E não foi só isso, deu uma surra de votos no João Félix, ao eleger seu sucessor, o professor Ribinha. Paulo agora é secretário de esportes do Piauí, com vaga assegurada para disputar a eleição, com indicação, inclusive, do governador Wellington Dias. E o outro? É vereador, certo, mas é só isso mesmo. Enquanto as notícias se espalham, o Paulo Martins se esparrama de rir das marionetes e das piadas de nossa política.

Em nome da tolerância, intolerância!

FIFA, sem qualquer pudor, simplesmente retirou a frase “100% Jesus” da faixa na cabeça do Neymar. O motivo[…]

FIFA, sem qualquer pudor, simplesmente retirou a frase “100% Jesus” da faixa na cabeça do Neymar. O motivo foi nobre: tiraram por respeito. A grande questão é saber se a FIFA respeita os cristãos, se respeita a fé do Neymar.

Sabemos que o problema de fundo é a islamização do Europa. Então, se a frase fosse Allahu Akbar, a FIFA manteria, por delicado respeito aos muçulmanos. A FIFA abraçou a causa do secularismo Iluminista e do “rabinho entre as pernas” para o mundo árabe. No entanto, a FIFA teve de ficar calada quando Wendell Lira, no discurso da entrega do prêmio por seu belíssimo gol, citou a Bíblia.

Embora a experiência de fé seja de natureza profundamente privada, o direito de manifestá-la em público deve ser inalienável. Não tem essa de que sua fé deve ser assunto de foro íntimo e, por conta disso, não poder ser expressa publicamente.

O caso, absurdo, nos remete ao duplo padrão dos “progressistas”, que se mostram os mais tolerantes possíveis com todas as “minorias”, enquanto destilam sua intolerância aos “homens brancos cristãos ou judeus”. É a intolerância dos “tolerantes”, que foi tema de um ótimo livro do teólogo canadense D.A. Carson. Um livro fundamental para compreender os riscos atuais dessa “tolerância” toda de fachada.

É um caso muito sério! Expõe o duplo padrão da turma. Atacar judeus e cristãos pode, mas ai de quem falar qualquer coisa de alguma “minoria”… Se fosse “100% Maomé”, a faixa do jogador não seria apagada na imagem, pois isso seria visto como intolerância aos muçulmanos e “islamofobia” até. Mas Jesus pode ser apagado sem problema, afinal, está do lado “opressor”. Essa “marcha dos oprimidos” é simplesmente o tema mais relevante da era moderna, em minha opinião. A FIFA deveria focar mais em seus escândalos de corrupção e deixar Jesus em paz, mas a pressão “progressista” é forte e organizada demais para ser ignorada.

É por aí que vão acabar conseguindo destruir a civilização ocidental, se não houver uma reação mais firme logo. E reação firme está difícil com essas “almas sensíveis” no próprio Ocidente, achando que o ápice da liberdade é o direito de eliminar fetos humanos, se drogar, enfiar um crucifixo no ânus em praça pública na frente de senhoras e crianças ou transformar bacanal em família. Os “progressistas” perderam mesmo a noção do perigo, e essa ditadura do politicamente correto é o grande inimigo a ser derrotado, antes do combate aos demais inimigos. São os bárbaros dentro do portão que facilitam a entrada dos bárbaros de fora.