As opiniões das celebridades sobre a "cultura do cancelamento"

A “cultura do cancelamento” é um tópico muito debatido, atraindo muitas críticas sobre o seu tratamento agressivo comparável ao bullying, ao mesmo tempo que tem as suas raízes em mudanças sociais fundamentais.

O fenômeno surgiu como uma resposta a uma necessidade óbvia de reforma, e tornou-se uma forma de o povo ter alguma coisa a dizer sobre que tipo de ações são ou não aceitáveis ​​de figuras públicas, funcionando de forma semelhante a um boicote, mas ocorrendo em grande parte online e muitas vezes com o objetivo de reduzir oportunidades e expor o mau comportamento do visado.

Há quem a considere uma medida extrema, descartando qualquer oportunidade de crescimento e negligenciando a virtude do perdão, mas por outro lado quem é a favor argumenta que a cultura do cancelamento é o que está a estimular tantas mudanças sociais, desde o movimento Black Lives Matter até ao #MeToo. Mas muitos perguntam: a que custo? E as consequências não são suficientes ou são demais?

Obviamente, é uma questão complexa, mas o que é inegável é que está a mudar rapidamente o mundo das celebridades, colocando a carreira das pessoas em risco e também abrindo o diálogo antes inexplorado entre fãs e estrelas.

Naturalmente, as celebridades têm uma ou duas coisas a dizer sobre isso. Clique para ler as opiniões mais vincadas sobe o assunto.

Mais Notícias