Free Britney! Pai de Britney Spears deixa de ser tutor da cantora

Britney Spears pode celebrar! Jamie Spears, seu pai, concordou, finalmente, em deixar de ser seu tutor, pedido que há muito era feito pela cantora e que levou, inclusive, à abertura de um processo em tribunal e ao surgimento do movimento de apoio dos fãs #freebritney. 

Segundo o TMZ terá sido o próprio a dizê-lo como pode ser verificado em novos documentos judiciais. A sua intenção, a partir de agora, será começar a transição.

“Uma vez que o Sr. Spears tem sido alvo de ataques injustificados, ele não acredita que uma batalha pública com a filha ao longo do seu serviço enquanto responsável pela tutela irá favorecer os seus interesses. (…) O Sr. Spears tenciona trabalhar com o tribunal e com o novo advogado da filha para o preparar para a transição para uma nova tutela”, informa o advogado de Jamie. 

“Apesar deste título formal, o Sr. Spears será sempre o pai da Sra. Spears, irá sempre amá-la incondicionalmente e irá sempre zelar pelos seus melhores interesses”, concluiu-se.

A defesa de Jamie aproveita ainda para fazer críticas à mãe de Britney, Lynne Spears, referindo que o envolvimento desta na vida da filha foi praticamente inexistente nos últimos 13 anos. 

Jamie destaca ainda que foi ele, essencialmente, quem salvou Britney quando esta passou por “crises e precisava desesperadamente de ajuda”. “Não só ela estava sofrendo mentalmente e emocionalmente, como também estava sendo manipulada por predadores e em dificuldades financeiras. O Sr. Spears veio para salvar a sua filha”, informa. 

Contactado pelo TMZ, o advogado de Britney, Mathew Rosengart, comentou: “Estamos felizes mas não necessariamente surpreendidos pelo Sr. Spears e o seu advogado finalmente reconhecerem que a tutela deverá ser removida. Estamos desapontados, contudo, pelos seus ataques vergonhosos e repreensíveis à Sra. Spears e outros”. 

Rosengart diz ainda que espera os resultados da investigação que está a ser feita à forma como Jamie geriu o patrimônio da filha, acusando-o mesmo de se ter apropriado de avultadas quantias durante este período. 

Mais Notícias