22/08/2019

ONU marca reunião de emergência após Coréia do Norte lançar novo míssil

O Conselho de Segurança já impôs sanções contra o regime de Kim Jong-un em resposta à escalada dos programas de mísseis nucleares e balísticos. EUA e Japão buscam medidas ainda mais fortes contra a Coreia do Norte.

A comunista Coréia do Norte voltou a ameaçar o mundo

Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) agendou para a tarde desta quarta-feira uma reunião de emergência para discutir o mais recente lançamento de mísseis balísticos pela Coreia do Norte.

O porta-voz da Itália, que comanda o conselho, disse que a reunião desta quarta-feira foi solicitada por Estados Unidos, Japão e Coreia do Sul. O movimento vem após Pyongyang ter realizado um novo teste de míssil balístico intercontinental, encerrado um hiato de dois meses sem lançamentos.

O Conselho de Segurança já impôs sanções contra o regime de Kim Jong-un em resposta à escalada dos programas de mísseis nucleares e balísticos. EUA e Japão buscam medidas ainda mais fortes contra a Coreia do Norte.

EUA

O novo lançamento provocou reação rápida do presidente dos EUA, Donald Trump. “Nós vamos cuidar disso”, disse o líder americano, em declarações na Casa Branca logo após o teste.

O chefe do Pentágono, James Mattis, alertou que o projétil norte-coreano alcançou uma altitude maior que os disparados em testes anteriores, e por isso põe em “risco a paz mundial e regional”. O míssil voou 1.000 km antes de cair no mar do Japão, mais especificamente na zona econômica exclusiva marítima de Tóquio.

Fonte: Veja.com
Veja também