21/05/2019

Partidos de esquerda brasileiros endossam genocídio na Venezuela

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB), o PSOL e membros do Partidos dos Trabalhadores (PT), incluindo o ex-presidente Lula, se manifestaram em favor da ditadura.

Maduro massacra o próprio povo e no Brasil o ditador recebe apoio formal da esquerda

Nas últimas horas o mundo assistiu atônito ao genocídio que acontece nas fronteiras da Venezuela a mando do ditador comunista, Nicolás Maduro. Blindados atropelando pessoas, caminhões de ajuda humanitária sendo queimados e tiros sendo disparados pela guarda bolivariana contra o povo faminto fizeram parte dos acontecimentos do final de semana no país latino-americano.

Os terríveis acontecimentos, no entanto, não comoveram partidos de esquerda no Brasil. PCdoB, PT e PSOL, por exemplo, aproveitaram os recentes acontecimento para apoiar Maduro. Em nota, o PSOL afirmou se opor a qualquer interferência externa nos assuntos da Venezuela e condenou a participação do governo Bolsonaro na operação de ajuda humanitária para levar comida e remédios para o povo venezuelano.

De igual modo, o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) e membros do Partidos dos Trabalhadores (PT), incluindo o ex-presidente Lula, se manifestaram em favor da ditadura.

Segundo autoridade venezuelanas, desde a última sexta-feira mais de 25 pessoas já morreram nas fronteiras do Brasil e Colômbia.

Veja também