20/11/2019

Em maio vai estrear o primeiro canal de TV de direita do Brasil

O canal segue um modelo que já é comum entre os americanos, o jornalismo com posicionamento declarado. Pode parecer estranho, mas é comum nos EUA. É assim com a CNN, ABC, BBC e a Fox News.

A consagrada jornalista política Joice Hasselmann anunciou que o canal vai estrear em maio

No último sábado (21), a jornalista, escritora e pré-candidata ao Senado Federal, Joice Hasselmann, anunciou em seu canal o projeto TV JH Channel.

No vídeo, Joice falou brevemente sobre o primeiro canal de TV declaradamente de direita do Brasil:

“Eu não quero gente que já vem com defeitos de fábrica lá da universidade ou gente que saiu da Folha de São Paulo e que está todo impregnado com a cultura de esquerda”.

A jornalista foi direta quanto ao viés do novo canal e a maneira como sua equipe vai trabalhar. “Eu não faço aquele papinho que é um papinho sem vergonha de que o jornalismo é imparcial. Porque é mentira”.

SEM FINANCIAMENTO ESTATAL

Destacando a importância da mídia independente, ela frisou que não receberá dinheiro público no canal:

“Eu quero uma TV independente, eu quero veículo independente. Eu não vou fazer parte do sistema. Eu não suporto ver os veículos de comunicação mudando a linha editorial conforme quem paga a conta. Eu quero que a linha editorial funcione conforme a meritocracia e pela liberdade”.(…)“Todos os veículos de comunicação são sustentados com dinheiro público. Isso tem que acabar”.

Existem alguns pré-requisitos para integrar a equipe do novo canal. “(…) pense, execute e saiba que você é livre. Eu não quero zumbis, eu não quero escravos ou gente se submetendo a ideias que elas não acreditam. Então essas pessoas têm que acreditar nas mesmas ideias que eu, porque não é uma ideia, é uma missão. É propósito de vida”.

PROGRAMAÇÃO

Joice disse que seu modelo é a americana Fox News. “A Fox News não existe no Brasil — eu tenho esse modelo — e vou trazer esse modelo. No entanto, eu quero fazer algo ainda mais amplo, e eu vou conseguir”.(…)“Vai ter a série, vai ter os programas, vai ter o jornalismo diário, vai ter a cobertura eleitoral. Vão existir os comentários todos de política, economia, notícias do dia a dia”.

LANÇAMENTO

A jornalista ainda não definiu o dia que lançará o Canal, mas afirmou que será no próximo mês de Maio.

Fonte: conexão