18/02/2019

“O governo brasileiro declara guerra ao crime organizado”, diz Bolsonaro

Presidente da República afirma que governo federal vai atuar para tornar mais rigorosa legislação como forma de combater a criminalidade.

Presidente Bolsonaro declara guerra ao crime organizado. O ministro Sérgio Moro anunciou medidas de endurecimento contra os criminosos

O presidente Jair Bolsonaro reforçou nesta segunda-feira (4) que o governo federal vai endurecer a legislação e atuar no combate do crime organizado como forma de reduzir a criminalidade em território nacional.

Em mensagem do presidente lida ao Congresso Nacional pela deputada federal Soraya Santos (PR-RJ), Bolsonaro pontuou que as taxas de criminalidade bateram recorde diante do que considerou “leis demasiadamente permissivas” e afirmou que o governo “entrou em guerra” contra o crime.

A criminalidade bateu recordes, fruto do enfraquecimento das forças de segurança e de leis demasiadamente permissivas, pontuou.

“O governo brasileiro declara guerra ao crime organizado”, alertou em texto que foi lido durante a abertura do ano legislativo.

Ainda na segunda-feira (4), o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, já tinha anunciado uma série de medidas de combate ao crime organizado, à corrupção e a crimes violentos que serão enviadas ao Congresso Nacional.

Veja também