18/04/2019

Propinas para o sítio em Atibaia rendem condenação de mais 12 anos de prisão para Lula

Até agora todos os magistrados que julgaram Lula o condenaram, sem nenhuma exceção. Em todas as instâncias ele tem sido condenado, e os vários pedidos protocolados pelos advogados de Lula foram negados. 

Lula foi condenado em mais um julgamento. Petista acumula 24 anos de prisão para cumprir

A juíza Gabriela Hardt condenou hoje (06) o ex-presidente Lula (PT) a 12 anos e 11 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Agora já são duas condenações e 24 anos de prisão que Lula terá que cumprir.

Até agora todos os magistrados que julgaram Lula o condenaram, sem nenhuma exceção. Em todas as instâncias ele tem sido condenado, e os vários pedidos protocolados pelos advogados de Lula foram negados.

Dessa vez o petista foi sentenciado por receber R$ 1 milhão em propinas por meio de reformas no sítio de Atibaia, utilizado por Lula e sua família. O imóvel está em nome de Fernando Bittar, mas as obras foram custeadas pelas empreiteiras OAS, Odebrecht e Schahin.

Lula ainda vai enfrentar outros processos que poderão aumentar muito mais sua pena. Além disso, para piorar mais a situação dele, já está sendo cogitada a transferência do petista para uma penitenciária, onde a pena deve ser cumprida. Atualmente Lula está preso na sede da Polícia Federal, em Curitiba.

Veja também