24/01/2020

“Meu governo será formado com técnicos, e não com acordos políticos”, diz Fábio Sérvio

Nacionalmente, o PSL tem como candidato a presidente da República o deputado Jair Bolsonaro. Segundo a direção do partido, Bolsonaro faria ato de campanha em Teresina ao lado de Fábio Sérvio, mas em decorrência do ataque sofrido, a visita foi cancelada.

Fábio Sérvio defende que técnicos ocupem secretarias no Governo do Estado

O candidato do PSL ao governo do Estado do Piauí, o empresário Fábio Sérvio, afirma que irá montar uma equipe de governo estritamente técnica. Fábio é um crítico da gestão do governador Wellington Dias (PT), que segundo ele, prioriza os acordos políticos.

“Nossa prioridade é colocar pessoa técnicas nas pastas, nas secretarias do governo. Pessoas com capacidade, que tenham conhecimento da área em que irão atuar. Me permito até dizer que saímos desses conchaves eleitorais”, afirmou.

Na disputa pelo governo do estado, o PSL faz coligação com o PROS. A chapa de Fábio Sérvio tem como candidato a vice o coronel Carlos Pinho. Como candidatos a senadores integram a chapa os ex-vereadores Antônio José Lira (PSL) e Elizeu Aguiar (PSL).

Nacionalmente, o PSL tem como candidato a presidente da República o deputado Jair Bolsonaro.

Veja também