13/11/2018

O ex-prefeito João Félix será mais uma vez investigado pela Justiça

A denúncia foi encaminhada pelo Tribunal de Contas do Estado à Procuradoria Geral de Justiça do Piauí. O ex-prefeito foi denunciado por não pagar o salário de servidores da secretaria de educação, em 2012.

Salário atrasado: situação do ex-prefeito é muito complicada com a justiça

O ex-prefeito de Campo Maior, João Félix, vai ser investigado em nova denuncia que chega ao Ministério Público. Novamente Joãozinho terá que responder sobre salários atrasados em sua gestão, dessa vez ele é acusado de não pagar os salários dos servidores da educação, em 2012. O TCE-PI decidiu, por unanimidade, reconhecer a denúncia feita pelo Sindicato dos Servidores Municipais em 2012, que informou o não pagamento dos servidores da educação no período de agosto a dezembro.

Na semana passada, a justiça já questionava o ex-prefeito João Félix sobre o pagamento dos salários dos Garis, no caso dos “recibos em branco”. A mais nova denúncia foi registrada no processo do TCE, número 04395/2012, que consta que João Félix deixou de pagar os salários, mesmo com uma movimentação confirmada de R$ 15 milhões do FUNDEB.

João Félix tem se complicado cada vez mais com a justiça, que agora, mais de cinco anos depois de sua gestão, está cobrando investigação. Os salários dos servidores, que não foram devidamente pagos na época, estão sendo pagos agora, na gestão do professor Ribinha, que sofre com o bloqueio de verbas pela justiça (valores se aproximam de 1,5 milhões de reais) destinadas, muitas vezes, para pagar salários atrasados deixados pelos antecessores, inclusive João Félix.

Veja também