13/11/2018

Órgãos definem estratégias para fiscalização do concurso de Altos

O Ministério Público do Piauí, a Polícia Civil e a Polícia Militar desenvolveram estratégias para fiscalização sobre a aplicação das provas.

O Ministério Público do Piauí, a Polícia Civil e a Polícia Militar desenvolveram estratégias para fiscalização sobre a aplicação das provas de concurso público promovido pela Prefeitura do Município de Altos.

As datas para aplicação das provas sofreram alterações. No próximo domingo, 26 de agosto, serão aplicadas provas para os candidatos aos cargos de professor e os demais de nível superior. No dia 02 de setembro, os candidatos aos cargos de nível médio serão submetidos aos exames.

Aplicação de provas será fiscalizada por órgão públicos.

O edital de abertura oferece 132 vagas imediatas, distribuídas entre vários órgãos da municipalidade, incluindo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), a Estratégia Saúde da Família e o Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF). Também foram disponibilizadas vagas para procurador do município e contador, entre outras. A organização do certame está sob a responsabilidade da empresa Crescer Consultoria.

Em reunião, o titular da 2ª Promotoria de Justiça de Altos, Paulo Rubens Parente Rebouças, o delegado de Polícia Civil, Tomás de Aquino, e o Tenente Flávio Miranda, da Polícia Militar, deliberaram sobre o assunto. Eles definiram que a fiscalização será integrada e intensa, em prol da prevenção a fraudes.

Uma das ferramentas oferecidas aos candidatos para denúncia de irregularidades é a possibilidade de contato com o Ministério Público via WhatsApp e e-mail. Os interessados também poderão registrar boletim de ocorrência diretamente junto ao 14ª Distrito de Polícia Civil.

O número de telefone para encaminhamento de manifestações via WhatsApp é o do Centro de Apoio Operacional de Combate à Corrupção e Defesa do Patrimônio Público (CACOP): (86) 99415 3890. Já as denúncias por e-mail devem ser enviadas para segunda.pj.altos@mppi.mp.br.

Fonte: VIAGORA