Piovani diz ser contra viagem dos filhos para o Brasil. "Não sou a favor"

Luana Piovani recorreu ao stories da sua página de Instagram para compartilhar um desabafo sobre a viagem dos filhos para o Brasil. 

A atriz mostrou-se revoltada com a decisão do pai dos meninos, Pedro Scooby, em levar as crianças para o país já no próximo domingo. 

As razões? Primeiro porque o passaporte das crianças está caducado, depois por causa da pandemia. 

“Viajo amanhã com o meu namorado. As crianças vão para o Brasil no domingo, porém o passaporte delas está vencido. E elas precisam do passaporte para voltar para Portugal. Eu não estando lá, é impossível fazer o passaporte, preciso fazer uma autorização. Fui para o consulado fazer a autorização para as crianças fazerem o passaporte no Brasil. Estava tudo organizado para elas fazerem aqui, mas estão precisando porque já foram compradas as passagens. Se anteciparam e fizeram as coisas antes do problema estar resolvido”, começou por contar. 

“Não sou a favor dessa viagem, os meus filhos ficaram três meses esse ano, eu quase morri. Tenho medo dessas tais novas cepas, da situação do Brasil, tenho colegas que têm crianças com Covid-19, fico insegura, sim, e não gostaria que fossem”, compartilhou.

Mesmo contrariada, a atriz brasileira tentou resolver o problema do passaporte. Com o sistema estava fora do ar, Luana só conseguiria o documento necessário na segunda-feira e, como já está de férias com o namorado, teria avisado o ‘ex’. No entanto, a conversa não teria corrido bem. 

“Queriam que eu resolvesse o problema de quem vem na segunda. Não sou eu que preciso do papel, não sou eu que preciso do passaporte agora, não sou eu que vou para o Brasil. Não é demais? Tem que ter uma paciência de Jó mesmo. Vim fazer uma boa ação e virou pecado mortal. Fiquei ‘p’ da vida”, acrescentou.

Mais Notícias