Adele confessa que divórcio a deixou "devastada": "Senti-me envergonhada"

Adele abriu o coração e falou sobre o seu divórcio de Simon Koneck, o pai do filho, o pequeno Angelo, de nove anos. 

Em entrevista à revista Rolling Stone, a cantora britânica, de 33 anos, confessou que ficou “devastada” com a separação, que aconteceu em 2019.

“Não me conhecia”, começou dizendo. “Pensava que conhecia. Não sei se foi por causa de Saturno retrógrado ou porque estava bem e próxima dos meus 30, mas não gostava de quem eu era. Não me conhecia bem”, notou. 

Adele afirmou ainda que foi difícil para ela lidar com o fato da sua vida pessoal se tornar pública com a chegada da fama. “Deixou-me muito triste. Ter tantas pessoas que não conhecia a saberem que não tinha dado certo… deixou-me devastada. Senti-me envergonhada. Ninguém me fez sentir assim, senti  como se tivesse falhado”, confessou. 

Entretanto, Adele conseguiu refazer a sua vida e hoje namora com o agente desportivo, Rich Paul. 

Mais Notícias